Se não conseguir visualizar a mensagem, clique aqui.



 

A Aiuká prossegue com seus serviços e atividades durante a pandemia da covid-19, declarada pela Organização Mundial da Saúde em março deste ano. O trabalho da Aiuká se enquadra como essencial porque ela realiza a prontidão para emergências ambientais e a prontidão e o atendimento de fauna. Essas atividades são destinadas ao resgate e reabilitação de espécies animais encontradas com ou sem vida em unidades marítimas da área petrolífera ou em unidades de terminais de gás (UTGCs). Além disso, a Aiuká também presta atendimento veterinário a animais encaminhados por entidades da área ambiental para reabilitação, serviço que integra suas ações de responsabilidade socioambiental.



 


A adaptação de treinamentos essenciais para a continuidade dos serviços foi uma das iniciativas da Aiuká nesses últimos quatro meses para atender as necessidades dos clientes e as exigências de isolamento social. Cursos antes presenciais, como o de “Técnico Embarcado Responsável (TER)”, agora são oferecidos de maneira remota, com escopo adaptado à nova realidade. Após o término da pandemia, esses cursos poderão ser complementados com as práticas.




  4

4

A fim de proteger sua equipe da covid-19 e, ao mesmo tempo, assegurar a continuidade do seu trabalho, a Aiuká estabeleceu uma série de ações. Entre elas, a adoção de home office para toda a equipe e de uma escala de trabalho que permite a disponibilidade dos profissionais no caso de atendimento de emergências relacionadas à fauna e o atendimento remoto aos clientes, bem como reuniões e treinamentos realizados a distância.

Também foi estabelecido o planejamento para os acionamentos voltados à proteção da fauna, considerando protocolos e procedimentos especiais, a exemplo dos cuidados no uso de equipamentos de proteção individual (EPis como máscara e luvas) e higienização de todos os itens necessários ao transporte e manejo animal, assim como o distanciamento de outras pessoas. Todas essas ações estão subsidiadas pelas recomendações das autoridades da área de saúde.

A Aiuká manteve uma série de informativos aos clientes, com orientações gerais e procedimentos específicos para contribuir com a divulgação de informações corretas e também orientar quanto à manutenção dos acionamentos e procedimentos de mitigação e controle de impactos ambientais em curso, de modo a não ocasionar multas e sansões aos empreendedores.




  4

4

A pandemia da covid-19 não interrompeu o serviço de atendimento a acionamentos envolvendo a fauna com necessidade de assistência veterinária. Dois dos casos mais recentes referem-se ao sucesso na reabilitação de uma coruja-buraqueira (Megascops choliba) e de um jaçanã (Jacana jacana, veja foto no término do informativo), aves que receberam cuidados das equipes dos Centros Operacionais da Aiuká localizados em Praia Grande e em Rio das Ostras (COPs Aiuká SP e RJ), respectivamente. Ambas voltaram à natureza em maio.

Os meses de maio e junho têm sido recordistas em acionamentos e destaca-se o zelo da equipe e dos clientes para que os procedimentos fossem mantidos em curso, apesar da necessidade de adaptação diante da pandemia da covid-19. Não foram registradas intercorrências nos acionamentos, nem registro de casos de contaminação pela covid-19 pelas equipes envolvidas, o que evidencia o sucesso das operações.




  4

4

Quando a pandemia foi declarada, a Aiuká encontrava-se com parte de sua equipe em São Luís (MA), atendendo uma emergência ambiental. A ocasião trouxe uma nova experiência para a bagagem da Aiuká já que, com a pandemia confirmada, as equipes do centro de comando passaram a atuar de forma remota. As ações de campo foram mantidas, mas com a adoção das recomendações de segurança da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.

Os monitoramentos aéreos passaram a contar com apoio de drones e as escalas de troca da equipe foram alteradas para evitar deslocamentos. Mesmo com as adversidades, a equipe cumpriu seu objetivo e foi desmobilizada de forma segura e com sucesso em meados de abril, após 48 dias de atividades.




  4

4

A diretora de Projetos da Aiuká, Valeria Ruoppolo, fez uma apresentação em abril sobre as atividades da Aiuká relacionadas à resposta a emergências envolvendo a fauna para aproximadamente 40 membros da equipe da Oil Spill Response Limited (OSRL). A OSRL é uma entidade criada para atender empresas da área de petróleo e gás de todo o mundo em casos de resposta a emergências com vazamentos de óleo que possam ocorrer em diferentes partes do globo.

Participaram representantes de diversos países em que a organização possui bases, entre eles Inglaterra, Estados Unidos, Brasil e África do Sul. A apresentação foi realizada remotamente por meio de videoconferência.




  4

4

A Aiuká estabeleceu uma parceria com a Revista Clínica Veterinária, publicação científica de educação continuada para médicos veterinários, que prevê a divulgação das atividades relacionadas ao atendimento de animais e emergências da organização, reforçando o compromisso e diferencial da Aiuká na prestação de serviços qualificados e também na geração e divulgação de conhecimento. Para dar início à parceria, a edição de abril da Revista publicou uma reportagem com 15 páginas a respeito da Aiuká, incluindo a sua história, atividades e principais emergências. A reportagem está disponível neste link:
www.revistaclinicaveterinaria.com.br/blog/aiuka-parceria-que-deu-certo




   
O jaçanã (Jacana jacana) da foto foi solto depois de resgatado em uma unidade marítima e passou alguns dias em reabilitação. Foi acomodado em um recinto enriquecido ambientalmente com galhos e piscina repleta de alface d’água, entre outros elementos, simulando seu habitat natural, recursos que colaboram com o sucesso do tratamento veterinário.

 
Esses meses reforçaram o compromisso e parcerias da Aiuká e confirmaram uma das forças da sua equipe, essencial para a atuação em emergências: FLEXIBILIDADE. A Aiuká continua atenta e pronta para o novo futuro.



  O boletim eletrônico da Aiuká Consultoria Soluções Ambientais
é uma publicação trimestral produzida pela área de Comunicação.