No comments

Pacientes: O Mandrião

2015_mandriaoEncontrado por um morador de Praia Grande, o mandrião-parasítico (Stercorarius parasiticus) foi transportado para a Aiuká em uma moto, acondicionado em uma caixa de papelão. Essa espécie de ave marinha é migrante do Hemisfério Norte e viaja durante o inverno para as costas dos oceanos Pacífico e Atlântico. Uma hipótese é que ele tenha enfrentado alguma tempestade, esforço que o deixou debilitado e, dessa forma, foi trazido pelas correntes para o litoral de Praia Grande. Embora ocorra no Brasil, essa ave não é avistada comumente na costa do país. Depois de receber os cuidados veterinários adequados, a ave foi solta quase um mês depois da sua chegada, na praia do Canto do Forte, em Praia Grande, com o apoio da Guarda Civil Municipal. Ela foi avistada novamente em Itapoa (SC) em dezembro de 2015, quando foi reconhecida pelo número da anilha que recebeu na Aiuká.