Aves aquáticas no COP Aiuká SP

08/01/2018

Um grupo de oito marrecas-toucinho (Anas bahamensis) está em reabilitação no Centro Operacional Aiuká (COP Aiuká/SP), em Praia Grande.  Essa espécie de ave habita diferentes ambientes aquáticos, entre eles áreas costeiras. Eles chegaram à Aiuká trazidos ainda filhotes pela Guarda Civil Municipal de Praia Grande, depois de resgatados em uma residência do município.

As aves foram, inicialmente, acomodadas em um recinto com todas as condições necessárias ao seu crescimento, como abrigo, calor e alimentação especiais. Naquela ocasião, pesavam 20 ou 22 gramas e, agora, depois de praticamente dois meses em reabilitação, já estão pesando 480 gramas, em média, e ocupando um recinto maior, onde já começam a praticar voo. Assim que estiverem aptos para soltura, voltarão ao ambiente natural.

A marreca-toucinho tem a metade inferior da cabeça, garganta e laterais  do pescoço brancos. Quando voa, é possível notar partes verde-metálicas nas asas e axilas brancas. Sua dieta consiste em vegetação aquática, sementes e pequenos invertebrados.