Nesta edi√ß√£o da nossa newsletter, destacamos algumas atividades que tiveram bons resultados em 2022 em decorr√™ncia da determina√ß√£o, do empenho e da excel√™ncia t√©cnica caracter√≠sticos da nossa equipe. 

Em particular, ganha destaque o trabalho de monitoramento, resgate e reabilitação de aves marinhas oleadas no Peru, que exigiu não só o conhecimento especializado para cuidar dos animais, mas também a experiência administrativa em lidar com uma emergência em outro país, situação familiar à Aiuká uma vez que a empresa já atuou em dezenas de respostas fora do Brasil.

A devolução das aves à natureza é uma das conquistas em 2022, ao lado de outras, como a retomada das atividades de prontidão e atendimento à fauna em um porto no Sul do Brasil, a realização de diversos simulados e o incremento das atividades na região portuária de Santos.

Ficamos felizes e gratificados em compartilhar essas conquistas e esperamos que 2023 traga novas realiza√ß√Ķes para todos n√≥s.
Boa leitura!

Reabilitação de aves no Peru

Entre as atividades realizadas em 2022, esteve a reabilita√ß√£o de aves marinhas realizada no Peru em uma opera√ß√£o que devolveu √† natureza mais de 100 indiv√≠duos de diferentes esp√©cies, como cormor√Ķes-Guanay (Phalacrocorax bougainvillii), atob√°s-peruanos (Sula variegata, saiba mais sobre essa esp√©cie abaixo) e pelicanos-peruanos (Pelecanus thagus).

A reabilita√ß√£o das aves teve in√≠cio depois de um acidente envolvendo o derramamento de √≥leo em trecho de mar na costa do Peru e foi realizada pela Aiuk√° com apoio da Repsol, de autoridades locais e de institui√ß√Ķes parceiras, em particular, o Proyecto Golondrina de La Tempestad de Collar, o International Bird Rescue (IBR), o Centro de Recupera√ß√£o de Animais Marinhos (CRAM- FURG) e a Fundaci√≥n Mundo Marino.

Retomada de atividades em porto no sul do Brasil

O ano de 2022 marcou a retomada das atividades de prontid√£o e atendimento √† fauna in loco durante a nova fase de opera√ß√Ķes de remo√ß√£o de rochas do fundo marinho em um Porto na regi√£o Sul do Brasil. Diversas medidas tornaram a ser implementadas para mitigar os impactos aos animais que ocorrem na √°rea, a exemplo do afugentamento, do monitoramento e do resgate de esp√©cies que pudessem ser atingidas. 

Para a realização do trabalho, a Aiuká instalou uma Unidade Móvel de Estabilização de Fauna no Porto. Durante os períodos que antecediam e sucediam cada operação de remoção das rochas, as equipes de monitoramento embarcado observavam a presença de mamíferos marinhos, tartarugas, aves e cardumes de peixes. Também foram aplicadas medidas de afugentamento adequadas para cada grupo animal a fim de minimizar os possíveis impactos e, diante de alguma necessidade, resgatar os animais na eventualidade de qualquer ocorrência. Já as equipes em terra mantiveram prontidão para a recepção, estabilização e atendimento da fauna que pudesse necessitar de cuidados.

Realização de simulados no Porto de Santos

O ano de 2022 deu sequ√™ncia √†s atividades da Aiuk√° no Porto de Santos e, em particular, ganham destaque os diversos simulados realizados. Esses exerc√≠cios s√£o fundamentais para treinar e familiarizar os envolvidos em uma potencial emerg√™ncia ambiental com os procedimentos necess√°rios para minimizar seus impactos, em particular aqueles que atingem a fauna. 

Os cen√°rios desses exerc√≠cios simulavam situa√ß√Ķes de uma resposta a uma emerg√™ncia ambiental. Em alguns deles, a mobiliza√ß√£o exigiu o trabalho de monitoramento embarcado e, ainda, a instala√ß√£o de unidades m√≥veis de estabiliza√ß√£o.

Al√©m dos simulados no Porto de Santos, a Aiuk√° tamb√©m realizou outros exerc√≠cios dessa categoria em conjunto com seus clientes offshore. Um deles foi organizado para a Exxon no Sergipe, com o apoio da Funda√ß√£o Mam√≠feros Aqu√°ticos. ‚ÄúAgradecemos imensamente √† FMA, cuja parceira foi fundamental para o sucesso da opera√ß√£o‚ÄĚ, fala Br√≠gida Gandini, da Aiuk√°.
Paciente do mês

O atob√°-peruano (Sula variegata) √© uma das esp√©cies de aves resgatadas no Peru. √Č a mais comum na costa peruana e n√£o ocorre no Brasil. Diferente do avistado em √°guas nacionais, o peruano tem a cabe√ßa branca e o bico cinza, enquanto o atob√°-marrom (Sula leucogaster) tem a cabe√ßa marrom e o bico amarelo. Al√©m disso, o atob√°-marrom tem distribui√ß√£o mais ampla, ocorrendo nos oceanos Atl√Ęntico, Pac√≠fico e √ćndico.
LinkedIn
Instagram
Facebook
YouTube
Website
Email
O boletim eletr√īnico da Aiuk√° Consultoria Solu√ß√Ķes Ambientais
é uma publicação mensal produzida pela área de Comunicação.