No comments

Pacientes: O outro Atobá

2015_atoba_003

Outro exemplo dos impactos das ações dos humanos nos mares foi mostrado por mais um atobá (Sula leucogaster), que chegou para reabilitação no COP Aiuká SP em agosto. Resgatado pelo Grupamento Ambiental da Guarda Civil Municipal da Praia Grande, ele estava enredado em um pano de algodão, além de ter dois anzóis presos em seu corpo, um deles sob a musculatura da asa direita.

A ferida foi limpa, sem maiores danos à musculatura. Também foi detectada uma fratura em sua pata direita, antiga e já solidificada. Os atobás não dependem de suas patas para sobrevivência e conseguem manter-se em pé, nadar, voar e adquirir alimento sem problemas. Assim, após os primeiros-socorros e descanso no COP Aiuká SP, o atobá foi solto ainda em agosto, na praia do Canto do Forte, em Praia Grande.

2015_atoba_004 2015_atoba_005