Gavião volta à natureza no Rio de Janeiro

15/02/2018

Uma espécie de gavião (Ictinia plumbea), também conhecido como sovi, voltou ao ambiente natural depois de ser reabilitado pela equipe do Centro Operacional Aiuká do Rio de Janeiro (COP Aiuká RJ). A ave foi liberada no fim de janeiro em área de conservação ambiental em Rio das Ostras (RJ), município que sedia o COP RJ.

O gavião, ainda na fase juvenil, chegou ao Centro magro, com apenas 264 gramas, e desidratado. Foi encontrado em uma via pública, no bairro Mar do Norte, e resgatado pela Guarda Ambiental de Rio das Ostras, órgão parceiro da organização. Depois de pouco mais de um mês em reabilitação e do anilhamento, ele foi liberado.

Essa espécie é comum no Brasil e está presente em todas as regiões brasileiras. Habita diferentes sistemas, entre eles bordas de florestas e também áreas urbanas arborizadas. Alimenta-se de insetos como formigas e cupins, que pega com as garras e come ainda em pleno voo, mas também captura pequenas presas na copa das árvores e pequenos lagartos e cobras no chão.

O sovi pousa em árvore logo depois da soltura
O sovi pousa em árvore logo depois da soltura