Contrato renovado para o Campo de Lapa – Bacia de Santos

Neste mês, a Aiuká e a operadora do Campo de Lapa renovaram seu contrato até 2024, atestando a qualidade dos serviços de prontidão para gestão de emergências com fauna oleada, realizados desde 2018. Com a renovação, a Aiuká, além das atividades relacionados a emergências, também continua a executar o Projeto de Monitoramento de Impactos de Plataformas e Embarcações sobre a Avifauna (PMAVE).

PMAVE é uma condicionante do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para o licenciamento ambiental dos empreendimentos marítimos de exploração e produção de petróleo e gás natural. É um serviço prestado de forma pioneira pela Aiuká no Brasil. O objetivo é registrar todas as ocorrências de avifauna debilitada, ferida ou morta, bem como aglomerações nas unidades marítimas, em atendimento a todos os critérios estabelecidos pelo Ibama.

O Campo de Lapa, por meio do FPSO Cidade de Caraguatatuba, tem capacidade de produção de até 100 mil barris de petróleo por dia. O FPSO opera a aproximadamente 250 km da costa do município de Ilhabela, no estado de São Paulo, em lâmina d’água variando entre 2.120 e 2.180 metros de profundidade. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *